Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Apelo (com agravo)

Mulheres deste país. Irmãs, camaradas, palhaças e demais fauna.
 
Prestem muita atenção ao que vos vou dizer.

Estão a ver aquelas estradas assim mais largas, onde cabe mais do que um carro a circular na mesma direcção?

Ok, chamam-se auto-estradas. Servem para que possam coexistir carros, a rodarem na mesma direcção, uns mais rapidamente que outros (atenção o limite mínimo é de 60Km/h).

A faixa da esquerda, ao contrário do que pensam, é para quem quer andar mais rapidamente, portanto, abancarem na faixa da esquerda, a uns velozes 80Km/h, não é seguro. E aquelas buzinadelas todas que ouvem, de carros que olimpicamente vos ultrapassam pela direita, correcção, que circulam mais rapidamente que vós na faixa imediatamente à direita, não tem a ver com os vossos atributos físicos. Tem, isso sim, a ver com os vossos atributos intelectuais, mais propriamente à inexistência dos ditos cujos.

Portanto, agora que já estão informadas:

SAIAM DA PORRA DA FAIXA DA ESQUERDA DA AUTO-ESTRADA, CARAÇAS.

Para quem ler isto e perceber aquela do limite mínimo de 60Km/h, não se descaiam, pode ser que passe.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    jonasnuts 04.06.2007 10:59

    Ah, mas não tenhamos ilusões.
    As poucas "Jonas" que existem têm tendência a desaparecer, não tenho a mínima dúvida.

    A geração do meu filho terá muito poucas oportunidades de conduzir como eu conduzo. Não só os veículos serão diferentes, como as leis serão outras.

    Espero sinceramente é que a extinção se aplique aos dois grupos. Aos que aceleram e aos que empatam.

    Não percebo porque é que aterraram aqui os protectores da falta de civismo por parte dos lentos :)
    E que ainda por cima não entendem que a lentidão, quando injustificadamente atrapalha terceiros, É falta de civismo.
  • Sem imagem de perfil

    Batata Feita 05.06.2007 00:04

    "A geração do meu filho terá muito poucas oportunidades de conduzir como eu conduzo. Não só os veículos serão diferentes, como as leis serão outras."

    "ó querida", se não ensinar o seu filho a respeitar a leis, de nada vale mudá-las... É por isso que é tudo uma questão de educação. E a educação dá-se em casa. Por isso, se não fôr cívica na estrada, que exemplo vai ter a criança ? Só mais uma coisa. Eu circulo devagar, sempre à direita, e sim cometo erros. Somos humanos. Teremos é de minimizá-los. Velocidade excessiva não permite minimizar os erros. Nem é discussão a relação velocidade/acidente_grave: está mais que bem documentada. Mais uma coisa, a velocidade máxima a que já conduzi legalmente, foi a cerca de 265km/h. No dia a dia, evito passar os 100kmh. Vá, nas AE posso chegar aos 120 para uma ultrapassagem, mas mais não. É que a velocidadde vicia, e já a consegui controlar. Não é fácil. Vá lá passar 2 anitos à suécia...

    Vista lá a "camisola" do civismo. Só lhe fica bem ;-)
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 05.06.2007 00:12

    Tendo em conta o tom do comentário, quem está a precisar urgentemente de ir a qualquer lado aprender não só civismo mas regras básicas de boa educação, não sou eu.

    Não costumo entrar em casa das outras pessoas (leia-se Blog), e começar a chamar "querida" à dona da casa, sem sequer me apresentar ou identificar.

    A minha boa educação, não preciso de ir à Suécia ou a qualquer outro país adquiri-la, porque já a recebi em casa.

    Quanto aos exemplos a dar aos que me rodeiam, são certamente exemplos de civismo e respeito pelo próximo, e tenho muitas oportunidades de o fazer, infelizmente, pela negativa. Do tipo estás a ver filho, este senhor que não sai da frente e está a congestionar o trânsito? É mal educado e não respeita os outros. isto não se faz".
  • Sem imagem de perfil

    Batata Feita 05.06.2007 02:10

    "Do tipo estás a ver filho, este senhor que não sai da frente e está a congestionar o trânsito? É mal educado e não respeita os outros. isto não se faz""

    E se a criança responder: "mas a mãe vinha a 140, acima do limite legal, e agora ultrapassou pela direita... isso não é errado ?"

    Não poderá responder aquilo que disse acima, ao Nuno, que "faço asneiras porque os outros as fazem e como resposta a elas" ? Não é pedagógico nem cívico (na mera hipótese de o fazer, que não acredito).

    Vamos fazer uma coisa ? Desafio-a a durante 5 dias não ultrapassar os limites de velocidade legais dentro e fora das localidades, e nas AE. Vá, aceite, por favor hihihihihi Só isso. Ao inicio vai parecer que anda num perigo. Depois vai achar que a generalidade dos outros condutores são ainda piores do que pensava. Vá, eu farei o mesmo, e quem ceder, terá de o referir aqui :-) Atenção que nas localidades (cidade) é onde é pior, onde custa mais... :-) Aceita ?
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 05.06.2007 11:18

    Não preciso de ir a mais de 120 para encontrar caramelos que não me saem da frente, na faixa da esquerda. Portanto, consigo fazer tudo isso dentro dos limites legais.

    Eu não transgrido os limites de velocidade, principalmente agora que ando com o Smart, com tanta frequência como isso.

    Mas tenho pena. Considero que, principalmente em auto-estrada, é mais perigoso andar dentro dos limites do que transgredi-los.

    Quanto ao desafio, não vale a pena. A minha opinião em relação a muitos dos condutores com quem partilho as vias já é a pior. Não vale a pena piorá-la ainda mais.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2005
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D