Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Apelo (com agravo)

Mulheres deste país. Irmãs, camaradas, palhaças e demais fauna.
 
Prestem muita atenção ao que vos vou dizer.

Estão a ver aquelas estradas assim mais largas, onde cabe mais do que um carro a circular na mesma direcção?

Ok, chamam-se auto-estradas. Servem para que possam coexistir carros, a rodarem na mesma direcção, uns mais rapidamente que outros (atenção o limite mínimo é de 60Km/h).

A faixa da esquerda, ao contrário do que pensam, é para quem quer andar mais rapidamente, portanto, abancarem na faixa da esquerda, a uns velozes 80Km/h, não é seguro. E aquelas buzinadelas todas que ouvem, de carros que olimpicamente vos ultrapassam pela direita, correcção, que circulam mais rapidamente que vós na faixa imediatamente à direita, não tem a ver com os vossos atributos físicos. Tem, isso sim, a ver com os vossos atributos intelectuais, mais propriamente à inexistência dos ditos cujos.

Portanto, agora que já estão informadas:

SAIAM DA PORRA DA FAIXA DA ESQUERDA DA AUTO-ESTRADA, CARAÇAS.

Para quem ler isto e perceber aquela do limite mínimo de 60Km/h, não se descaiam, pode ser que passe.

15 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 11:20

    Ora aqui esta' a atitude tipica da "besta" - veja-se portanto:

    "chegando à aproximação extrema ao seu pára-choques traseiro e, finalmente, optando nós pela ultrapassagem pela direita - punida por lei - porque S. Exas. não se dignam a tirar o cú e respectivo veículo do raio da faixa da esquerda!!!!"

    Aqui esta' a caracteristica numero 1 das bestas em accao - repara-se, sinais de luzes, buzinadelas, encostoes, e finalmente, ultrapassa-se pela deireita - comportamente muito civico sem duvida!

    E' que se isto acontece-se nos casos realmente extremos (da maneira como estes comentarios estao escritos parece que pessoas a 50 km/h na faixa da esquerda e' uma coisa muito comum) ainda se comprendia. Mas acontece independentemente da velocidade. E' que para as "bestas" nao 'a diferenca entre 50 km/h ou 120 km/h - se alguem for na faixa da esquerda mais devagar do que a "besta", automaticamente esta-se a ir a "50 km/h" (ate' se podia ir a 160 km/h, nao faz diferenca) - e' a atitude da "besta" de "a faixa e' minha e tens que sair da frente"... muito civico, muito civico...
  • Imagem de perfil

    amadex 31.05.2007 11:38

    LOL !!!

    Passe o exagero do meu comentário anterior, o facto é que a faixa da esquerda serve exclusivamente para ultrapassagem, tal como consta no código da estrada. É assim em muitos outros países civilizados porque é que em Portugal não nos comportamos civicamente?

    Se existem comportamentos excessivos face aos "condutores de Domingo" eles, apesar de injustificados, surgem porque se está perante uma notória situação de comportamento também excessivo do outro no que concerne a falta de civismo.

    Porque diabo tem que se conduzir na faixa da esquerda ou na do meio, estando a da direita disponível? É algum fetiche? Ilusão óptica? Delírio? Não compreendo!

    E sim, é extremamente irritante querer-se conduzir mais depressa pela faixa da esquerda e "apanhar" com alguém a "pisar ovos", sem ninguém nas faixas adjacentes e quaisquer razões objectivas e cívicas para o fazer, que não seja o "apetece-me conduzir aqui" ou "tenho medo de circular na faixa da direita, pois posso ser abalroado por alguém que entre por um acesso" ou "no meio é que vou bem porque tenho imenso espaço à esquerda e à direita"!

    Que alguém ultrapasse a 120km h (cumprindo escrupulosamente os limites de velocidade) é perfeitamente plausível e justo. O que já não é compreensível é que, não estando a proceder a qualquer ultrapassagem, se mantenha na faixa da esquerda por tempo indefinido e não querendo aceitar que alguém possa ir mais depressa, dando-lhe passagem.

    Se vou a 40km h , 80, 120, 150, 180, 200 ou 220 é um problema meu desde que com isso não afecte a liberdade e a segurança dos que me rodeiam.

    Existe uma constante culpabilização da velocidade no que respeita aos acidentes (até porque interessa às entidades competentes culpabilizar a velocidade, uma vez que é a potencial infracção mais fácil de medir e multar). A velocidade per si não é motivo de acidentes, o motivo é, muitas vezes, a inadequação da velocidade às condições do tempo, piso e fluxo rodoviário.

    Alguém a conduzir a 40km h numa auto-estrada , apesar de ir devagar e perfeitamente dentro dos limites de velocidade previstos para a via, pode ter ou causar um acidente muito grave. E sim, é extremamente comum ver-se alguém a conduzir a velocidades de 50 ou 70km/h na faixa da esquerda sem quaisquer razões objectivas para tal...
  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 12:25

    "Se vou a 40km h , 80, 120, 150, 180, 200 ou 220 é um problema meu desde que com isso não afecte a liberdade e a segurança dos que me rodeiam."

    I rest my case.
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 12:44

    Mas não é verdade?

    A parte desta frase que é fundamental reter (e aplicar a todas as outras situações) é: "Desde que com isso não afecte a liberdade e a segurança dos que me rodeiam".

    É civilizado.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 31.05.2007 12:50

    Nao, nao e' verdade e nao e' civilizado. Os limites de velocidade (tanto os limites minimos como os maximos) existem por uma razao. O que achas "seguro" e' relativo, e e' por isso que os limites existem. Para impor um "level playing field" de seguranca.

    Isso sim, e' civilizado.
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 12:53

    Sim senhor, mas eu apenas reconheço à polícia o direito (e o dever) de me fazer cumprir esses limites.

    Não reconheço essa competência a mais ninguém.

    Se eu quiser infringir a lei, infrinjo-a, assumindo depois as responsabilidades dos meus actos.

    Ou isso é a apologia de que devemos ser todos polícias uns dos outros?

  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 13:02

    Sim, devemos todos ser a policia uns dos outros - especialmente na estrada. Ou julgas que em Portugal morrem mais pessoas na estrada do que em qualquer outro pais da Europa porque ? Achas essa estatistica bonita ?

    Porque os comportamentos estupidos na estrada sao tolerados. A policia pode *regular* o comportamento das pessoas, mas nao o pode mudar. Isso tem que partir de todos nos.
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 13:21

    hum.....deves ser muito novo :)

    O tempo em que era incentivado esse policiamento de uns pelos outros, já lá vai.

    Em Portugal morrem mais pessoas na estrada do que em muitos países da Europa não se deve exclusivamente ou mesmo principalmente) ao excesso de velocidade.

    Deve-se ao facto das pessoas não terem uma educação cívica. Bebem e depois conduzem. Não se respeitam. São chicos espertos. As estradas são péssimas e mal construídas. O parque automóvel, embora esteja melhor, não ajuda. As pessoas deviam ser obrigadas a fazer testes de condução de x em x anos.

    A velocidade é uma mera desculpa. Se um fiat 600 for a 120Km/h na auto-estrada fá-lo dentro da legalidade, no entanto, é muito mais perigoso que um audi A3 a 180Km/h.
  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 14:19

    "hum.....deves ser muito novo :)

    O tempo em que era incentivado esse policiamento de uns pelos outros, já lá vai."

    Nao sei se sou muito novo, estou quase entre os 30 e os 40 :-)

    Quanto ao auto-policiamento de uma sociedade, a mim parece-me ser uma coisa positiva e nao negativa. Ou vamos ter policias a ver se ha' gente que atira lixo para o chao ou a mijar contra as paredes ?

    "Em Portugal morrem mais pessoas na estrada do que em muitos países da Europa não se deve exclusivamente ou mesmo principalmente) ao excesso de velocidade."

    Pois nao, deve-se ao excesso de velocidade em conjunto com as filinhas na faixa da esquerda com 1 metro de distancia entre carros porque estao as bestas todas convencidos que a faixa da esquerda e' a faixa privada deles :)

    "Deve-se ao facto das pessoas não terem uma educação cívica. Bebem e depois conduzem. Não se respeitam. São chicos espertos. As estradas são péssimas e mal construídas. O parque automóvel, embora esteja melhor, não ajuda. As pessoas deviam ser obrigadas a fazer testes de condução de x em x anos."

    A infraestructura tem sempre a culpa... e' as estradas, os carros, e "os outros" - as "pessoas nao sao civicas", e tu, es ?

    Fica a questao.

    "A velocidade é uma mera desculpa. Se um fiat 600 for a 120Km/h na auto-estrada fá-lo dentro da legalidade, no entanto, é muito mais perigoso que um audi A3 a 180Km/h."

    Continuas a ignorar as leis da fisica - a nao ser que por alguem ir a conduzir um A3 a 180 km/h o seu tempo de reaccao aumente. Os A3, BMW's e afins devem ter um dispositivo relativistico especial que abranda a passagem do tempo dentro do carro, e leva com que o condutor carrege no travao mais depressa que o gajo no Fiat 600...
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 14:27

    Os A3 têm de facto um dispositivo que o fiat 600 não tem.

    Chama-se travões de jeito.

    :)

    O que é que achas que trava mais rapidamente?
    Um fia 600 a 120 ou um A3 a 160?

    E não percebi a do "quase entre os 30 e os 40". Ou estás quase nos 30 ou estás entre os 30 e os 40 :)
  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 14:54

    "O que é que achas que trava mais rapidamente?
    Um fia 600 a 120 ou um A3 a 160?"

    Um Fiat 600 a 120... sem a mais pequena duvida - claro que a pergunta imediata, e' se o A3 devia ir a 180, mas pronto.

    Mas como nao acreditas nestas coisas com palavras, aqui fica um desenho (e' capaz de ser mais facil) - sugiro que experimentes este teste, talvez clarifique as coisas:

    http://www.phy.ntnu.edu.tw/ntnujava/index.php?topic=138

    Poe la' 180 km/hr, uma distancia de 10 ou menos metros (em Portugal e' mais 2 metros, mas pronto) e se conseguires travar sem bater no tipo da frente retiro tudo o que disse ate' aqui. Alias, se conseguires a 60 km/h e uma velocidade de 2 metros faco o mesmo.

  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 15:06

    Humm, eu sei que sou loira, mas não vás por aí. Não preciso de desenhos :)

    Já percebi qual é que é o teu problema.

    Estás farto de conduzir carros, mas nunca conduziste um automóvel.


    Acredita, eu já conduzi o fiat 600 e já conduzi o Audi A3, portanto, eu não preciso de gráficos para me "provarem" aquilo que eu sei por experiência própria. Pára mais depressa um Audi A3 a 160 do que um fiat 600 a 120 (a não ser que o travão seja uma parede, e aí travam os dois o mesmo).

    E por último......quem é que falou a em ir a 180Km/h e querer travar em 10 metros?



  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 16:51

    "Já percebi qual é que é o teu problema.

    Estás farto de conduzir carros, mas nunca conduziste um automóvel."

    Ora bem... essa ja' mexe com o meu sentido "macho", por isso vais levar com a resposta...

    Nos 12 anos ha' que tenho carta, estes foram os carros que tive (repara que nunca tive um por mais do que dois anos :)), isto fora os que conduzi mas que nao foram meus, se incluir estes podemos comecar a falar de TVR's (ja' conduziste um carro com mais de 350cv de potencia e traccao atras ? e' que senao entao nem vale a pena falarmos mais), Noble's e Invicta's.

    * VW Polo 1.0 (o primeiro, e o original :)),
    * Audi A3 1.9 TDI (o da primeira geracao),
    * Audi TT 275cv (era um de 225 original, mas foi tweaked - eu era novo e tinha as manias),
    * Audi A3 2.0 (o de 3a geracao isto de ter um filho quer dizer que e' preciso mais espaco atras),
    * Volvo V50 T5 (o meu carro actual - tem um grande "GB" atras e uma matricula amarela, se vires um na A1 ou A5 ja' sabes que sou eu).

    Por isso, tu com o teu Smart talvez conseguisses te encostar atras do Polo, mas pouco mais... :-)

    Bem, mas agora que o meu ego esta' recuperado - vamos la' ver, fizeste o teste ? A que distancia consegues parar sem bater indo a 120 ou 180 ? Ate' me dizeres nao vale a pena continuar...

    "E por último......quem é que falou a em ir a 180Km/h e querer travar em 10 metros?"

    Ninguem, mas tu e' que falaste que um A3 para melhor a 180 do que um Fiat 600 a 120. Logo, a nao ser que as leis da fisica nao se apliquem ao A3, para parar mais depressa que o Fiat vai ter que parar em pouco mais :)
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 22:44

    Se vamos comparar graduações, façamo-lo a sério :)

    Nos quase VINTE anos que tenho de carta, a conduzir praticamente todos os dias, os carros que conduzi de forma periódica foram os seguintes, por ordem de entrada em cena:

    Renault 5C
    Renault 5 qualquer coisa que não me lembro
    Peugeot 205
    Honda Civic (o primeirinho de todos)
    Clio 1.2 (o primeiro Clio)
    Twingo
    Honda Civic (o segundo)
    Renault Mégane Scenic (1.4)
    Volkswagen Touran 1.9 TDI
    Audi A3 2.0 TDI Sport
    Audi A3 2.0 Sportback (dos novos, com 170 cavalos)
    Audi TT (dos novos)
    Smart

    O Smart, o último A3 e o TT fazem parte do parque actual.


    Mas agora, a pergunta que realmente interessa.......... para que querias tu esses carros todos....se depois andas a 120 e te amofinas com quem anda a 160 ou mais?

    Por último.....já conduzi um carro de Fórmula 1, no
    Durante muito pouco tempo e, sobretudo, num percurso curtíssimo, mas conduzi.
    No autódromo do Estoril, há uns valentes anos atrás.

    Acompanhas? :)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2005
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D