Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Apelo (com agravo)

Mulheres deste país. Irmãs, camaradas, palhaças e demais fauna.
 
Prestem muita atenção ao que vos vou dizer.

Estão a ver aquelas estradas assim mais largas, onde cabe mais do que um carro a circular na mesma direcção?

Ok, chamam-se auto-estradas. Servem para que possam coexistir carros, a rodarem na mesma direcção, uns mais rapidamente que outros (atenção o limite mínimo é de 60Km/h).

A faixa da esquerda, ao contrário do que pensam, é para quem quer andar mais rapidamente, portanto, abancarem na faixa da esquerda, a uns velozes 80Km/h, não é seguro. E aquelas buzinadelas todas que ouvem, de carros que olimpicamente vos ultrapassam pela direita, correcção, que circulam mais rapidamente que vós na faixa imediatamente à direita, não tem a ver com os vossos atributos físicos. Tem, isso sim, a ver com os vossos atributos intelectuais, mais propriamente à inexistência dos ditos cujos.

Portanto, agora que já estão informadas:

SAIAM DA PORRA DA FAIXA DA ESQUERDA DA AUTO-ESTRADA, CARAÇAS.

Para quem ler isto e perceber aquela do limite mínimo de 60Km/h, não se descaiam, pode ser que passe.

7 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 11:20

    Ora aqui esta' a atitude tipica da "besta" - veja-se portanto:

    "chegando à aproximação extrema ao seu pára-choques traseiro e, finalmente, optando nós pela ultrapassagem pela direita - punida por lei - porque S. Exas. não se dignam a tirar o cú e respectivo veículo do raio da faixa da esquerda!!!!"

    Aqui esta' a caracteristica numero 1 das bestas em accao - repara-se, sinais de luzes, buzinadelas, encostoes, e finalmente, ultrapassa-se pela deireita - comportamente muito civico sem duvida!

    E' que se isto acontece-se nos casos realmente extremos (da maneira como estes comentarios estao escritos parece que pessoas a 50 km/h na faixa da esquerda e' uma coisa muito comum) ainda se comprendia. Mas acontece independentemente da velocidade. E' que para as "bestas" nao 'a diferenca entre 50 km/h ou 120 km/h - se alguem for na faixa da esquerda mais devagar do que a "besta", automaticamente esta-se a ir a "50 km/h" (ate' se podia ir a 160 km/h, nao faz diferenca) - e' a atitude da "besta" de "a faixa e' minha e tens que sair da frente"... muito civico, muito civico...
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 11:40

    Mas ó Nuno.....aquilo que leva a uma ultrapassagem pela direita é um acto de falta de respeito por parte de quem acampa na faixa da esquerda.

    Eu sou sincera. Se há uma caramela (ou um caramelo, é-me indiferente) que acampa na faixa da esquerda e não sai, tendo espaço para o fazer, e depois de eu ter pedido passagem (com sinais de luzes, pisca aberto, aproximação razoável e, por fim, buzinadelas) leva com uma ultrapassagem pela direita.

    E, se a auto-estrada estiver vazia, ainda me ponho à frente, desacelero, e faço-lhe sinais para ir para a outra faixa.

    É pouco civilizado? É sim senhor, mas com pessoas que de civilização percebem pouco, não podemos usar argumentos e procedimentos civilizados.
  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 12:24

    Prontos... nos realmente nao nos vamos entender :-)

    Eu estive aqui pacientemente a tentar explicar que o perigo maior nao advem de quem conduz a 80 km/h na faixa da esquerda - isso e' uma raridade quer queiras aceitar ou nao, e o que causa acidentes nao e' isso.

    O que e' perigoso e o que causa acidentes e' o que foi suberbamente descrito pelo Robert Kaplan (http://query.nytimes.com/gst/fullpage.html?sec=travel&res=9C0CE3DF113AF931A15754C0A966958260) sobre os condutores portugueses:

    "Worse than their habit of passing in the midst of oncoming traffic is the delight Portuguese take in high-speed tailgating. I use my blinking lights to let a driver know he is following too close. Because this happens often, and because I am always turning high-beam lights on and off on account of oncoming traffic on unlighted roads, I find I do more work with the light switches than with the clutch and gearshift.

    It is hard to fathom just what's in the mind of a Portuguese driver when he's tailgating and passing you in his new car on a blind, uphill bend with the possibility of a truck's rumbling down in the opposite direction. One would assume that even if he doesn't care about himself and his passengers, he would at least care about the car. In terms of how long people must work in order to afford them, cars in Portugal are considerably more expensive than in the United States. Insurance reimbursements, moreover, are said to be not so quick and automatic after accidents. RIGOROUS driving tests appear to have done little to improve the situation."

    E isto e' o que e' a norma em Portugal devido a essa mania de que a "faixa e' minha". Sugiro que experimentes conduzir no Reino Unido como conduzes em Portugal durante um mesito - veras quanto tempo sobrevives com a carta :-)
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 12:43

    ah...mas eu já conduzi em Londres :) E seria idiota conduzir lá da mesma forma que se conduz cá. É diferente, e tens de te adaptar.

    Não tive um oitavo dos problemas que tenho cá.

    As pessoas têm uma forma mais civilizada de conduzir. E não há tantos chicos espertos.

    O meu ponto é, o facto das pessoas não respeitarem as outras gera mais desrespeito. E é a zorra total.

    (E também já conduzi em Espanha, e no Brasil, e em França, e assim de repente é o que me ocorre).

    Quanto à opinião do senhor......é americano. É natural que se choque com as diferenças. Se for um verdadeiro americano também se choca com a nossa publicidade gráfica, acha-a demasiado explícita, só porque vê mupis (cartazes) de senhoras com as maminhas à mostra.
  • Sem imagem de perfil

    Nuno 31.05.2007 12:57

    "As pessoas têm uma forma mais civilizada de conduzir. E não há tantos chicos espertos.

    O meu ponto é, o facto das pessoas não respeitarem as outras gera mais desrespeito. E é a zorra total."

    Mas tu continuas a nao ver a luz! A questao nao e' uma de respeito - no UK tambem vez tailgating, condutores de carrinha branca, etc. A diferenca esta' na forma como as pessoas reagem a isso (em particular a policia).

    No UK comportamentos absurdos na estrado *nao sao tolerados* nem justificados ("porque ele fez isto, eu fiz isto e por isso nao faz mal"). Sao sim castigados (tanto em termos judiciais como sociais) e evitados pela vasta maioria das pessoas.

    Em Portugal, pelo contrario, ha' as pessoas (aparentemente como tu) que acham que uma accao merece uma accao ainda pior, e prontos, os nossos maus habitos estao justificados.

    E' sempre a culpa dos outros, e nunca e' a nossa - "a culpa e' da senhora que vai a 80 km/h na faixa da esquerda" - quando na realidade a culpa e' a das bestas que se acham justificados a andar a 160 km/h a 1 metro do carro da frente na A5.
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 31.05.2007 13:08

    Já me aconteceu ser multada por ter feito uma dessas ultrapassagens.

    Não refilei.

    O outro que vinha a pastelar na faixa da esquerda, também foi multado.

    O meu ponto é, se ele não pastelasse na faixa da esquerda, ninguém teria sido multado.

    Somos todos bestas, mas há o pecado original, neste caso, a besta riginal, que, no meu caso, desperta a besta que há em mim.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2005
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D