Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Cáustica

Antes de mais, um aviso à navegação.

Olhem para a tag cloud deste Blog. Já repararam nas Tags que têm mais importância? Feitio e Mau. A ordem está errada (embora seja alfabética), porque na verdade é Mau Feitio. E sou eu.
Os que me conhecem sabem que sou mesmo assim, pronto.

Segundo aviso à navegação (é mais seguro), este é o meu Blog pessoal, e as opiniões aqui expressas podem não reflectir (e provavelmente não reflectem mesmo) as opiniões das pessoas que me rodeiam, seja no local de trabalho seja lá onde for.

Terceiro disclaimer, as generalizações são perigosas, e eu sei disso.

Pronto, agora vamos à coisa propriamente dita.

Por causa de um debate com o André Ribeirinho sobre a utilização da língua inglesa, usada por portugueses para escreverem nos seus Blogs, e por causa do post ali mais abaixo (não me auto-linko, manias), recebi algumas respostas à minha eterna questão.

Porque é que portugas, escrevem em inglês, nos Blogs?

Compreendo os argumentos do André, não concordo, mas compreendo.

Agora já não compreendo quando usam o argumento "ah e tal, é para treinar o inglês".

Não me lixem, treinem mas é o português, que a julgar pela amostra, bem precisam.


E agora deixa-me lá passar isto no corrector ortográfico dos Blogs do SAPO, antes de publicar :)

2 comentários

  • Imagem de perfil

    jonasnuts 11.01.2007 12:29

    Lê o post anterior do seu feed :)

    A não ser que seja um post muito escondido ou perdido nos arquivos, não gosto de influenciar a minha relevância, através do número de links para mim própria.

    Eu sei que é uma técnica comummente utilizada por aí, mas eu não curto. Ao menos que a minha (falta de) relevância seja por (de)mérito próprio :)

  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2005
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D