Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Caros deputados do Grupo de Trabalho que debate o #pl118

Não interessa como, mão amiga fez-me chegar às mãos o estudo que a AGECOP vos apresentou (e cujos soundbites espremidos tem andado a plantar na comunicação social).

 

Fiquei muito satisfeita por ter tido acesso ao estudo, para já porque gosto de saber coisas, e depois porque confirmou aquilo que eu pensava. Confesso que não passei das primeiras páginas. Não precisei de ir mais longe. Presumo que não vos tenha passado ao lado, o "pequeno" detalhe, que faz com que o estudo apresentado seja absolutamente inútil, como contributo para o tema em questão, o PL118. Não, não me refiro ao facto de se um estudo com um trabalho de campo de recolha quase com 3 anos (nesta área, 3 anos representam vários ciclos de desenvolvimento, qualquer coisa com mais de 6 meses, já não serve de nada).

 

Refiro-me ao universo.

 

 

Portanto, o universo sobre o qual incidiu o estudo, refere-se única e exclusivamente, sobre pessoas que fazem gravações de conteúdos de media.

 

Entrevistaram uma catrefada de gente, a quem fizeram as perguntas de despiste, e depois, apenas fizeram as restantes perguntas aos 1.000 que disseram fazer gravações de conteúdos de media.

 

Não é, portanto, um estudo relevante para o tema em apreço, na medida em que não incide sobre os hábitos da população em geral, mas apenas dos indivíduos que disseram ter o hábito de gravação de conteúdos de media.

 

Uma vez que as taxas propostas pelo PL118 incidem sobre todos, encomendem um estudo que incida sobre o mesmo universo, e não apenas no universo que pretendem taxar.

 

Muito agradecida. Não tem de quê.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    jonasnuts 15.02.2012 08:32

    Vamos por partes :)

    Muitos dos intervenientes têm tentado (com relativo sucesso) incluir a palavra pirataria no tema do pl118, apesar deste nada ter a ver com pirataria. Na minha opinião, esta atitude prende-se com o facto das pessoas não conseguirem conceber o conceito de cópia privada, pelo que mais rapidamente concordam com a lei, se acharem que sendo aprovada, passaria a legalizar o acesso a conteúdos pirata. Nada disso.

    A questão do DRM não é ilegal. Uma vez que a cópia privada é uma excepção ao direito de autor, o DRM apenas exclui essa excepção.

    Não pode ir buscar esses conteúdos à net, a não ser que o faça de forma legal, pagando por eles. Independentemente de já ter pago por eles originalmente.

    Último parágrafo...... completamente de acordo. Só faltou referir outro momento em que nos chamam de ladrões, que é quando compramos um livro, e temos lá escarrapachado um selo "não à cópia".
  • Sem imagem de perfil

    António 15.02.2012 12:40

    Então deixa ver se eu entendo:

    Sou obrigado a pagar pelo direito à copia privada em tudo quanto seja objeto que armazena dados, MAS, só se o autor quiser, vendendo conteúdos sem drm, porque estou legalmente proibido de copiar cds e dvds protegidos, também não posso ir buscar copias desses conteudos a outros sitios.

    como desde a massificação do drm não me lembro de alguma vez ter comprado cds e dvds sem essa proteção, não sei para que serve a taxa?

    E mais: com isto tudo qual a legalidade ou ética que tem um autor, que vende os seus conteudos protegidos, querer uma fatia desta taxa?
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 15.02.2012 12:51

    Entendeste :)

    A taxa serve para encher os bolsos de intermediários, e para extorquir o consumidor de bens alheios (diga-se).

    Por último..... usar a palavra ética, neste debate, só se for como metáfora.
  • Comentar:

    CorretorMais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2005
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D