Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

Cara Fnac. Conheces o #PL118 ?

Jonasnuts, 16.01.12

Cara Fnac,

 

Olá. Há já algum tempo que não te visito, fisicamente, porque, como sabes, os tempos estão difíceis, e longe vai o tempo em que eu comprava CDs e DVDs e livros em papel, pelo menos em quantidades apreciáveis.

 

Mas, mesmo assim, tenho aqui um cartão de cliente, cheio de pontos, e, nem que seja para dar uma vista de olhos (acabamos sempre por trazer qualquer coisa, não é verdade?), é sempre um prazer visitar-te numa loja.

 

Assim, gostava de te perguntar se já ouviste falar no Projecto de Lei 118/II, que está neste momento a ser debatido na Comissão de Educação, Ciência e Cultura, na especialidade, portanto, devendo ser debatida e votada por estes dias.

 

E pergunto se conheces porque, lendo a lei, até acho que és capaz de ser parte interessada, e não te vejo lá na lista das entidades consultadas. Mas se calhar pertences a uma daquelas associações que lá estão listadas, e sou eu que estou a ver mal.

 

No fundo, o que eu quero perguntar-te directamente, é se, à semelhança do que disseste que ias fazer com o aumento do IVA, também vais absorver as taxas brutais que este novo projecto de lei vai impor a todos os devices virgens.

 

Se vais absorver, não te estimo muito tempo de vida, o que é pena, porque irás à falência, em muito pouco tempo, só à conta das taxas. Se não vais absorver a taxa, e a vais reflectir nos preços dos produtos que vendes, vais à falência também, porque as pessoas deixam de ter dinheiro para te comprar coisas tão simples como: máquinas fotográficas, câmaras de vídeo, telemóveis, discos rígidos, cartões de memória, leitores de mp3, computadores, e podes ir à tua lista de produtos, se tiver storage, vai ser taxado. Ah, surpresa, a taxa é crescente.

 

Lembro-me de te ver na comunicação social, a fazer barulho por causa do aumento do IVA, mas ainda não te ouvi fazer barulho por causa deste PL118.

 

Andas distraída?

 

Não tem de quê.

 

 

(Claro que esta cartinha podia ter como destinatárias a Worten, a Rádio Popular, a Vobis, El Corte Inglés, etc....)

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 17.01.2012

    A lei já existe, e está em vigor desde 1998. Este Projecto de lei do PS "apenas" quer aumentar o expectro de devices incluídos (incluindo aparelhos de utilização diária, como telemóveis, discos rígidos, computadores, máquinas fotográficas, câmaras de vídeos, pens, leitores de mp3, etc...) e aumentar brutalmente a taxa.

    Sempre para entregar directamente à associação para a gestão da cópia privada, cuja presidência/direcção é ocupada pela SPA.
  • Sem imagem de perfil

    Visigordo 17.01.2012

    A diferença é que podendo até admitir que enquanto a larga maioria de CDs e DVDs virgens que se compravam se poderiam, de facto, destinar a pirataria, todos os devices para onde se pretende alargar agora a lei, não têm como objecto principal o storage de conteúdos protegidos por direitos de autor.
    Além de que, a propósito dos devices sobre os quais já incide a lei, não estejamos a falar, nem de perto, aos absurdos que uma lei destas poderá vir a permitir, tornando as taxas n vezes mais caras do que o produto em si.
    Esta lei (ainda PL) parece-me querer-nos empurrar a todos, como já vou lendo muito por aí como sendo a alternativa, para a cloud, onde muito mais facilmente existirá um controlo sobre a partilha ou guarda de conteúdos de cada cidadão.
    E vendo por esse prisma, não sei se são os lobbies das SPA's desta vida que se aproveitam do seu poder junto de quem nos governa, se é quem nos governa que se aproveita dos lobbies das SPA's desta vida.

  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.