Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Donativos - Esclarecimento final

Faltava-me este post de esclarecimento.

 

O botão dos donativos que decidi publicar aqui no Blog gerou, no último dia do ano, uma adesão quanto a mim extraordinária. Algumas pessoas pediram também o meu NIB, que disponibilizei mais tarde.

 

Tirar o botão dos donativos e a referência ao NIB foi a primeira coisa que fiz, quando soube da retirada do processo. A segunda coisa foi devolver a todos os que tinham doado, via paypal.

 

Faltavam-me as pessoas que doaram através de transferência bancária. Donativos que caíram na minha conta nos primeiros dias deste ano. O problema é que me apareciam os donativos, e os nomes das pessoas, mas não o número das suas contas. Não conseguia devolver o dinheiro sem saber os números das suas contas. Desloquei-me ao meu banco e solicitei a lista discriminada dos doadores, com os seus NIBs.

 

Foi portanto hoje, há poucos minutos que concluí a devolução de todas as doações. Suspiro de alívio.

 

A todos os que doaram, os meus agradecimentos. Nunca senti que estivesse sozinha, e toda esta onda de solidariedade me comoveu imenso, mas quando vi que muitas pessoas, a maioria sem me conhecer de lado nenhum, acreditavam em mim ao ponto de se darem ao trabalho de contribuir financeiramente (muitas com deslocações a uma caixa multibanco), fiquei verdadeiramente abananada. Mesmo.

8 comentários

  • Imagem de perfil

    jonasnuts 06.01.2011 12:32

    Se me conheces bem, sabes bem que não sou santa, nem me lembro de me ter apresentado como tal. Longe disso, aliás, basta ler este blog para se perceber que ando muito longe da santidade.

    Mas, se me conheces bem, sabes também que gosto das coisas ditas pela frente, e que sou pouco de intrigas. Anda, bem dizer-me isso na cara :)

    Comentários anónimos no meu blog servem, tomatinhos para dizer as coisas sem ser anoninamente é que já não há, não é?

    E depois sou eu que não tenho escrúpulos :)
  • Sem imagem de perfil

    quem te conhece 06.01.2011 13:03

    pensas que me enganas ? vê lá se ponho mesmo o meu nome e depois digo-te tudo aquilo que o "zé povinho" não sabe ! os otários que te andaram apoiar não conhecem a "peça" ! usaste métodos indecentes, ganha juízo frustrada !
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 06.01.2011 16:04

    Bring it on. Escreve lá o teu nome, mais aquilo que achas que sabes e que o resto do mundo não sabe. Fico à espera.
  • Sem imagem de perfil

    Marco 06.01.2011 16:10

    Oh, Jonas, então, tantos anos disto e ainda vais nesta conversa? DNFTT!
  • Imagem de perfil

    jonasnuts 06.01.2011 16:49

    Eu sei, eu sei, mas às vezes não resisto :)

  • Sem imagem de perfil

    Marco/Bitaites 06.01.2011 21:55

    Um anónimo que recusa identificar-se promete contar TODA A VERDADE sobre o carácter de uma pessoa que nunca receou em identificar-se.

    A sério, Jonas, este é provavelmente o troll mais cómico que já vi.

    É tão cómico que vou sentar-me na cadeira do psiquiatra amador e colocá-lo no sofá.
    Troll , já te deitaste? Vou tentar perceber quem tu és só por aquilo que escreveste.

    «Bela manobra!»

    É gajo, e deve achar que «mulher ao volante, perigo constante». Por isso utiliza uma metáfora automobilística com intenções sarcásticas. O que ele quis dizer foi que estacionaste mal o carro e escapaste impune à multa.

    «metes nojo teres usado algumas "ferramentas" para criares este espectáculo todo !»

    Fala das ferramentas web 2.0 como quem fala de vibradores. «E criaste este espectáculo todo». Ou seja, para este anónimo a Jonas é uma prostituta brasileira que enfrentou o sentido moral de uma mãe de Bragança. E por isso mete nojo por saber usar tão bem essa “ferramenta”. Dou-lhe para aí uns 40 anos para cima.

    «Conheço-te bem ... a santinha não passa de uma pessoa sem escrúpulos !»

    Isto significa precisamente o contrário. Quando se conhece realmente alguém, não se cai na redundância de o afirmar – demonstra-se logo com uma frase inequívoca e bem informada. A intenção dessa frase inequívoca e bem informada seria provocar o efeito-choque . Dado que o anónimo não faz ideia de quem é a autora do blogue, substitui a informação que não tem pela frase-choque insinuante e intimadora: «a santinha não passa de uma pessoa sem escrúpulos !»

    A segunda intervenção do troll é mais enigmática porque é uma resposta à Jonas.
    «Pensas que me enganas?», pergunta ele.
    Isto é uma pergunta que revela uma grande dificuldade em perceber a argumentação do outro. E, como não percebe, pensa que está a ser enganado.
    Eu cá apostava que o nosso troll é um gajo muito desconfiado na vida real, sempre a ver se não o enganam nos trocos. Talvez seja tão desconfiado e meticuloso que essas pancadas se transformaram em qualidades aproveitáveis por uma grande empresa, não sei.

    «Vê lá se ponho mesmo o meu nome e depois digo-te tudo aquilo que o zé povinho" não sabe !»

    A expressão »ponho o meu nome» é estranho porque o verbo aplica-se mais aos carimbos do que aos nomes, por exemplo: «a senhora deseja que eu ponha aí o carimbo na factura?», esse tipo de coisas. Aposto que é um tipo com alma de burocrata.

    Também deve trabalhar num escritório bem ventilado e longe do zé povinho. Deve ser uma pessoa que está bem na vida, embora não seja muito bem formada.
    Também tem a mania irritante de colocar um espaço entre a palavra e o ponto de exclamação, o que demonstra que o que escreveu foi pensado cuidadosamente com o objectivo de obter o máximo efeito possível.

    «Os otários que te andaram apoiar não conhecem a "peça" ! usaste métodos indecentes, ganha juízo frustrada !

    Lá está, a metáfora do vibrador outra vez. Depois da “ferramenta”, a “peça”. Depois do “nojo”, a “indecência”. Quer-me parecer que este anónimo não tem tido experiências sexuais muito satisfatórias.

    A parte do «ganha juízo» é porque a Jonas tem a guedelha toda despenteada ali no cabeçalho. Revela alguma sensibilidade para o grafismo, o que é de louvar.
    A parte do «frustrada» é simples: acusa alguém de possuir um sentimento tão forte nele próprio que considera impossível que outra pessoa não o sinta também.
    E até tem uma certa razão: todos nós na vida já nos sentimos frustrados. O troll teve maus dias, pensava que ia engolir uma Jonas qualquer e teve de engolir um sapo, é preciso dar-lhe um desconto.
    Troll , podes levantar-te, pá. A consulta acabou.
  • Imagem de perfil

    Maria João Brito de Sousa 07.01.2011 11:48

    Desculpa, Marco/Bitaites, mas estou em franco desacordo! Acho que é "gaja" e não lhe daria mais de 35 anos... ou seja, parece-me Trolla. Repara na velha frase "ganha juízo, frustrada!"... já a ouvi várias vezes e sempre de fêmeas bem mais novas do que eu. É típico!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2005
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D