Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Ensitel - alguns esclarecimentos

Este blog, que era uma salinha pequenita, viu-se, de repente, obrigado a fazer obras de aumento de espaço, para acolher a imensidão de pessoas que aqui chegaram, fruto da polémica em que me encontro, inadvertidamente, envolvida. Sejam muito bem-vindos e estejam à vontade. Costumo responder à grande maioria dos comentários mas, lá está, quando são 3 ou 4 é fácil, tratando-se de centenas fica um bocadinho mais complicado :)

 

 

Assim sendo, gostava só de deixar perfeitamente esclarecidos alguns detalhes que têm passado ao lado de algumas pessoas:

 

1 - O meu conflito de consumo com a Ensitel foi um episódio que vivi há quase dois anos.

 

2 - Para mim era um tema completamente ultrapassado e esquecido, e sobre o qual não voltei a escrever.

 

3 - Não quero um telemóvel novo, nem dinheiro, nem indemnizações.

 

4 - Só voltei a escrever sobre o tema porque a Ensitel me moveu este processo, despoletando toda esta onda de solidariedade para com a minha pretensão (que me surpreende e comove).

 

5 - A única coisa que pretendo, é que me deixem em paz (e aos meus posts).

 

Nem mais, nem menos.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    António Silva 30.12.2010 00:00

    hummm...
    ... muito bem caro ANÓNIMO.
    Fazer observações sobre a capa do anónimato é facil e não dá "trabalho".
    ... enfim...
    Se tivesses (desculpa a intimidade) mais que a 4ª classe (sem discriminar quem a tem), rápido perceberias que não é ao fim de quase 2 anos que se tem pretensão de um novo telemóvel, dinheiro ou indeminização. Ao fim de dois (2) anos pessoas "normais" já nem pensam no assunto. Nete caso a Ensitel não me parece uma pessoa normal... nem tu!!!
  • Sem imagem de perfil

    manuel antónio bastos 30.12.2010 01:12

    Para sua informação, tenho mais que a 4a classe e sei do que falo ao contrário de si.
    Para lhe mostrar como tenho razão, deixo-lhe a si e à Maria João meia dúzia de considerações:
    1- Antes de vir de peito inchado, dizendo que a seguir ia para o Tribunal Arbitral, a Mª João devia ter-se informado com quem sabe. Tê-la-iam informado que uma decisão do Tribunal Arbitral é uma espécie de lotaria ( não lhe vou explicar porquê - esse conselho paga-se) e com a agravante de não ser passível de recurso. Logo, foi a Mª João que procurou o desfecho da coisa. Tá ver?
    2- A lei prevê prazos para o exercício dos direitos. O que significa que dentro desse prazo estou sempre a tempo de exercer o meu direito, recorrendo à via judicial, porque ainda não prescreveu. Portanto, calem-se lá com o argumento falacioso dos 2 anos. Se eu posso meter a acção dentro de 3 anos, cabe-me a mim ajuizar se o quero fazer no 1º mês ou no 35º mês.
    3- Acho piada aos bloggers que, em nome não sei do quê, vêm para um espaço público relatar assuntos pessoais, dando-lhes publicidade e dimensão. Ao fazê-lo, tem que perceber que estão a tornar a "coisa" publica e, por isso, têm que se sujeitar às consequ~encias e sindicâncias de quem os lê, incluindo daqueles que possam sentir-se ofendidos com os que os outros relatam.
    4- Este caso servirá de lição para muita gente. Sobretudo, para aqueles que gostam de mandar uns bitaites sobre tudo e todos apostando na impunidade.
    5- E depois, há outra coisa que não suporto: o encarneirar às cegas sem conhecer as duas versões. Por que razão hei-de acreditar mais nas palavras da Mª João do que nas da outra parte? Se não tenho os elementos todos, se não conheço as duas versões, se não domino a situação em concreto, se não a acompanhei, pergunto: por que carga de água tenho de solidarizar-me de imediato com a Mª João e passar a insultar alguém que ainda não ouvi?
  • Sem imagem de perfil

    Pedro Gomes 30.12.2010 01:31

    Sr. manuel antónio bastos dentro de ano e meio irá receber uma carta com 31 páginas a "pedir" para apagar esse post, uma vez que está a criticar o Tribunal Arbitral.

    Concordas?

  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2005
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D