Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

Viver no cu do mundo

Jonasnuts, 22.08.10

 

(E reparem, cu, não leva acento).

 

Ando a tentar comprar uma coisa que já está à venda nos EUA, e em parte da Europa, e não, não é um iPhone4, que podia ter comprado em Barcelona, mas dispenso).

 

É uma geringonça que não sei o que é que faz nem para que serve, mas ele quer, e está quase a fazer anos.

 

Nas várias tentativas que fiz para comprar online, quer nos EUA quer na Europa, a resposta foi sempre a mesma, não estás com sorte nenhuma, não vendemos isso para o cu do mundo onde vives.

 

Globalidade? Sim, mas só para os importantes. Comunidade Europeia, sim, mas só quando interessa a alguns. Livre circulação de pessoas, bens e serviços? My ass. Vão-se lixar (porque o meu filho às vezes passa por aqui, e a minha mãe também).

 

Preciso de comprar um Ar Drone e, apesar de viver num país Europeu, membro pleno da CE, não consigo.

 

Portugal é muito lindo mas só para passar férias e para desancar por causa do deficit. De resto? É esquecer.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 22.08.2010

    Talvez protegendo aquilo que é ingevalemente original e nosso fosse um bom princípio.

    Refiro-me à língua, claro :)
  • Sem imagem de perfil

    noughtone 23.08.2010

    ...that is why the dutch made english a national language and a dutch person pode exprimir-se em documentos oficiais em holandês ou inglês, bom não? A principal razão da incapacidade portuguesa para exportar é falar, no caso não falar, inglês
    Image
  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 23.08.2010

    O mercado constituído pelas pessoas que falam a língua portuguesa não é suficientemente grande? 200 milhões de pessoas, é muita gente e, pensando bem, é um mercado com muito mais potencial de crescimento (economicamente falando) que o mercado dos não falantes da língua portuguesa.

    E, ponto número dois, os espanhóis, que são uns tótos com línguas não parecem sofrer do mesmo problema......

    Não tem nada a ver com barreiras linguísticas, tem a ver com algo muito mais simples. Volume de mercado :)
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.