Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

Cursos de reciclagem

Jonasnuts, 28.11.09

Antigamente (e presumo que ainda nos dias que correm), muitas pessoas faziam, promovidos pelas suas entidades patronais, cursos de reciclagem.

 

Faz sentido, aliás, à velocidade a que as coisas evoluem, hoje em dia, faz cada vez mais sentido que as pessoas se reciclem, se actualizem e que adicionem mais conhecimento ao que foram adquirindo no âmbito das suas competências ou interesses.

 

É natural e desejável que todos façamos um esforço para nos mantermos a par, e se eu acho que esse esforço também tem de ser individual, cabe também às empresas, promoverem à actualização de conhecimentos dos seus colaboradores.

 

Há 10 anos, quando eu mostrava o meu cartão (sim, na altura havia cartões) e tinha lá o endereço de mail, as pessoas perguntavam-me o que era aquilo. Hoje em dia, não só já não se usam cartões (por acaso usam-se, pelo menos nas empresas, mas pronto), já ninguém pergunta o que é aquilo. As pessoas actualizaram-se, e as ferramentas (felizmente) vulgarizaram-se e estão ao alcance de todos.

 

Há no entanto uma pequena aldeia gaulesa......não, há, no entanto, um conjunto de pessoas que não se actualizam. Ok, faz parte, é natural que as pessoas se cansem de aprender coisas novas todos os dias, e que não tenham pedal (ou paciência) para se manterem actuais. Nem toda a gente pode ser como a minha mãe, que há 6 meses não sabia o que era uma rede social, e que hoje apascenta vacas e distribui sementes como se não houvesse amanhã. Mas, lá está, a minha mãe sempre foi muito à frente.

 

Para essas pessoas, que pararam no tempo, tenho uma sugestão: vão para casa. Reformem-se. Encostem à faixa da direita.

 

Façam o que quiserem, mas saiam da frente de quem cá anda e quer andar mais depressa. Saiam da faixa da esquerda, que estão a atrapalhar o trânsito.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 30.11.2009

    Ah sim, com certeza, sairei da frente de quem vai na faixa da esquerda, com um fiat 600. Mas entretanto, mantenho-me na faixa da direita, tentando arranjar um Ferrari. E quando arranjar o Ferrari, porque, não tenha dúvidas, arranjá-lo-ei, irei de novo para a faixa da esquerda, fazer luzes ao fiat 600.

    E era tão bom que houvesse pedal, desse lado, para assinar os comentários, ou fazê-lo de viva voz ao passar por mim no corredor.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 01.12.2009

    Excelente resposta e em apenas 8 minutos!

    Não fosse o "corredor" quebrar a analogia rodoviária e seria perfeita.

    Espero sinceramente que encontre o tal Ferrari e que com ele consiga ultrapassar o Fiat 600.

    O problema é que por vezes nem com um Ferrari se ganha.

    Há uns anos vi uma corrida entre um Ferrari e um burro no IC 19 e o burro ganhou.

    É preciso que o trânsito permita que o Ferrari acelere...

    Boa sorte.
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.