Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

Disclaimer e teaser

Jonasnuts, 28.11.09

Já o disse aqui antes, mas de vez em quando, convém reforçar.

 

Este é o meu blog pessoal, representa (parte d') a minha opinião pessoal. Não é endossado pela empresa onde trabalho, nem as minhas opiniões são necessariamente partilhadas pela empresa (provavelmente não são mesmo, em alguns casos). Ao expor aqui aquilo que penso não estou a falar em nome da empresa onde trabalho. Só para que as coisas fiquem absolutamente claras e transparentes.

 

Como se sabe, depois de um disclaimer, vem sempre qualquer coisita mais apetitosa, e este post não é excepção, pelo menos na minha opinião.

 

Como isto mete tribunais e coisas assim, vamos manter a coisa na base do hipotético um grande "supônhamos".

 

Vamos todos imaginar que numa empresa que tem uma plataforma de Blogs é recebida uma intimação de um tribunal, solicitando a identificação do autor ou autores de um Blog que, por acaso, está alojado na concorrência. Não é inédito, é até bastante frequente (suponho).

 

A empresa intimada, diligentemente informa o Sr. Dr. Juiz que a questão terá de ser colocada a quem de facto aloja o Blog, e, colaborando com a justiça, até faz o favor de identificar o nome da empresa que deverá ser intimada.

 

Esperar-se-ia que o tribunal agradecesse a informação e procedesse à intimação da tal empresa que de facto aloja o Blog, certo?

 

Errado. Isso era o que aconteceria se a coisa funcionasse bem.

 

Neste caco, o Tribunal agradece a informação, mas mantém a convocatória, porque quer que alguém da empresa que não tem nada a ver com o assunto  lhes vá lá explicar o que é um blog e como é que funciona a coisa.

 

A empresa em causa poderá responder, enviando um link para uma página onde está tudo explicado, mas parece que não serve, porque mantêm a intenção de ouvir a testemunha.

 

 

Então, a empresa intimada, que não tem nada a ver com o assunto, nomeia uma pessoa para se deslocar ao tribunal, que fica a mais de 100 Km, para que o Tribunal possa ser informado acerca dos Blogs. Claro que esta pessoa até percebe umas coisas de Blogs, e sabe como é que funciona o sistema da empresa para que trabalha, mas não faz ideia de quais são os processos de armazenamento de dados da concorrência. Mas vai. Porque é obrigada.

 

Isto dava um filme, certo?

 

A sequela estreia no dia 2, em Almeirim.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 28.11.2009

    É muito bom trabalhar onde eu trabalho, porque gosto muito daquilo que faço, mas ter de me deslocar a um tribunal, como testemunha, explicar algo que nada tem a ver com a minha empresa, não é uma das coisas de que gosto.
  • Sem imagem de perfil

    Ana 28.11.2009

    Não pretendi criticar, apenas brincar. Acredito que seja 1 chatice teres de lá ir, mas tens que ver que, para quem não percebe nada do assunto, qual será a 1ª empresa que lhe vem à cabeça para lho explicar? A PT claro. Eu até acho que isso até é um sinal da força da marca. É claro que também concordo contigo, que é 1 perda de tempo para ti, mas também para o tribunal, que depois de te ouvir, vai ter de lá chamar alguém da empresa responsável! Mas isso é o habitual nos tribunais cá do sítio.
  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 28.11.2009

    Mesmo que tivesses criticado...... não haveria problema :)

    Eu sei que é assim que os tribunais funcionam, mas se encolhermos os ombros e dissermos "pronto, isto é mesmo assim, agunete-se" estamos a pactuar com o sistema. E eu gosto pouco de pactos, refilo e reclamo e estrebucho :)
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.