Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Do design

Recentemente, numa reunião de trabalho, entre técnicos e "produto", discutia-se a homepage de um determinado serviço. Identificámos os problemas que queremos resolver, as áreas que queremos ter, quais os conteúdos a que queremos dar mais destaque.....enfim, o típico.

 

No final, um dos presentes diz: então agora vamos fazer o desenho?

O desenho? Mas não está aqui nenhum designer, digo eu. Sim, eu sei - respondem-me -  mas vamos dizer onde é que queremos as coisas. Não, replico, isso é da competência e responsabilidade do designer, ele é que tem as competências para dizer onde é que entra o quê, e explicar porque é que essas escolhas resolvem os problemas que temos para resolver.

 

Não é a primeira vez que encontro esta ideia, que parece ser generalizada, que os designers são os gajos que fazem os bonecos.

 

Um designer não precisa de ter jeito para desenho, sequer. Um designer tem de saber onde arrumar as coisas. E há vários tipos de designer. Um designer de interiores não sabe desenhar um site, e o designer de um site não sabe necessariamente desenhar uma aplicação, e este último se calhar não sabe fazer um logo.

 

Mas todos eles têm de saber arrumar as coisas certas, nos sítios certos, de forma a que as coisas funcionem como queremos, mas em bonito. Forma E função.

 

Adoro o pessoal que vai passar o briefing do design com papel e lápis na mão, e explica aos designers que têm de arrumar as coisas desta maneira, e pôr uns bonecos. Vejo logo se o designer é bom ou é mau. Se fica com um ar atarantado e surpreendido (ou zangado), é bom, se fica com ar de quem fará exactamente o que se lhe pede, ou é mau ou já desistiu, o que faz dele mau.

 

Gosto de designers refilões.

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D