Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Philip Graham Spends a Year in Lisbon

Chegou-me à cabeça um post daqueles simpáticos, de dar coices numa franja (não tão curta como isso) da população com acesso à Internet e ao mail, mas, com a minha mania dos simbolismos, não queria que o primeiro post de 2009 fosse de mau-feitio. Não é que eu não goste dessa minha faceta, mas prefiro iniciar o ano de uma forma mais harmoniosa.

 

Lembrei-me então dum outro que ando para escrever há imenso tempo (imenso tempo, para mim, é 1 semana, uma eternidade).

 

Através do Horizonte Artificial cheguei a uma série (demasiado curta) de posts de um escritor, professor na Universidade do Illinois, que veio viver para Lisboa durante um ano com a mulher e a filha mais nova.

 

Adorei ler todos os "dispacthes" que escreveu. É muito engraçado vermo-nos retratados pelos olhos de alguém de fora. Coisas a que não ligamos nenhuma de repente adquirem estatuto de identidade nacional.

 

Adorei "conhecer" a Alma e a Hannah, apeteceu-me torcer o gasganete daquela bully que proporcionou um mau bocado à família, adorei as peripécias com o Zink, descobri pelo autor que Lisboa tem mais animação do que o que eu julgava, e mais tascas, detestei o vendedor de bilhetes de comboios (ai, se fosse comigo), adorei a contagem de pedras da calçada, e perdoei-lhe a simpatia pelos Whatchamacalits! (Go Benfica!). Adoro a comoção e o espanto com que nota a presença de escritores, actores e artistas a darem nomes às nossas ruas (suspeito que não saiba que isso apenas acontece depois destes morrerem, numa espécie de homenagem que nunca chega a tempo).

 

Mas a minha crónica preferida foi sobre a nossa língua. Tenho pena que não fique por mais tempo, para conseguir percebê-la melhor, para começar a detectar as nuances de sotaque entre as várias regiões. Adoraria ler uma crónica sobre os sotaques.

 

Saímos bem vistos desta análise. Não só porque somos boa gente, mas porque o autor também é boa gente e apesar de dizer que acha que o perdão é algo difícil, suspeito que mesmo assim já terá percorrido mais caminho que eu, nessa estrada.

 

Tenho pena que não fiquem mais tempo.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    jonasnuts 01.01.2009 23:07

    Eu vi teu post. É muito bom, de facto :)
    Andei aqui uns tempos com isto só para mim, a consumir devagarinho, a fazer render o peixe (como tu). Achei que era uma boa forma de iniciar 2009 :)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    No twitter


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2005
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D