Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

A Caça

Jonasnuts, 09.12.08

Gosto de os encontrar. Ou reencontrar. Vasculhar-lhes as entranhas. Esmiuçar tudo. Conhecer a fundo. A minha prodigiosa memória, para estas coisas, ajuda. Demoro tempo. Vou devagar. Para isto tenho eu paciência. É o jogo do gato e do rato. Mas o rato não sabe que é rato. Não sabe que está a ser preparada uma emboscada, lenta, muito lentamente. De tempos a tempos transformo-me em presa, amedronto-me. Vou, não vou? É agora? Não, espera. O momento certo é o segredo. O método tem resultado. Só caças quem gostas. Quando caçaste quem não gostavas, só pelo tamanho da presa, saiu-te o tiro pela culatra. É agora. Pausa. Respira fundo. Prepara o tiro.

 

Espera, espera. Espera tudo o que tiveres de esperar. Nem mais nem menos. E no fim, no momento de saltar, o peso da responsabilidade, a descarga de adrenalina. Pode demorar. Quando se clica em "enviar" não se pode voltar atrás, e é naquele disparo que se gastam todas as munições, é naquele botaneco que está o tudo ou o nada, o sim ou as sopas. O gozo ou a desilusão. Mais gozos que desilusões, até hoje, até ver.

 

Gosto de os encontrar. Hoje encontrei mais um.

 

 

 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.