Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

Dos professores e avaliações

Jonasnuts, 21.11.08

Tenho andado a aprender e a descobrir coisas novas sobre a educação, na tentativa (vã) de me instruir sobre este processo de avaliação dos professores proposto pelo governo, e da acção de protesto dos sindicatos. Ainda não consigo ter opinião, mas já tenho várias pequenos apontamentos que contribuirão para a minha opinião final, caso um dia consiga ter uma:

 

1 - Os professores estão mal representados. A pessoa que mais barulho faz, apresentando-se como representante dos professores, Mário Nogueira, pode saber falar ao coração de alguns professores (não acredito que fale ao coração de todos), mas não sabe comunicar com o resto das pessoas. Passa por teimoso, mal-educado, birrento e a precisar de levar uns açoites no rabo, para acabar com a crise de mimo. Da mesma forma que o meu filho quer uma PSP, o senhor quer derrubar a ministra. Deve ficar bem no currículo de sindicalista: "ora vamos lá ver quantos ministros já derrubou este senhor. E secretários de estado? Sim senhor, um belo currículo." Se calhar recebem pontos, como nos postos de gasolina.

 

2 - O Governo não sabe o que anda a fazer. Como não acredito que o senhor do parágrafo ali de cima consiga falar ao coração de muitos professores, resta-me acreditar que o número de participantes nas duas maiores manifestações feitas até agora tem a ver com a impraticabilidade da proposta do governo (mais do que com as reivindicações dos sindicatos). Outra possibilidade era eu pensar que muitos professores não querem mudar o sistema de avaliação, mas eu ainda não estou emocionalmente preparada para me inclinar para esta hipótese.

 

3 - Ninguém parece saber muito bem como é que se avaliam os professores. Várias propostas idiotas têm sido já adiantadas: que se mantenha o sistema que existe, que sejam os alunos a avaliar, que seja baseada no rendimento dos alunos, que sejam os pais dos alunos.... enfim, palermices. Ainda não vi UMA proposta de jeito que me tenha levado a pensar...peraí, isto é capaz de poder fazer algum sentido.

 

4 - Os pais dos alunos, e os alunos, não são perdidos nem achados no meio desta confusão.

 

5 - Estou pior do que estava no início deste processo. Cada vez sei mais, mas cada vez percebo menos.

 

6 - As generalizações são perigosas.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    maria mendonça 21.11.2008

    Gostava só de esclarecer um ponto, os professores durante este tempo todo não fizeram greves mas sim manifestações ao Sábado, com uma única preocupação, não prejudicar os alunos. A greve de hoje foi da administração pública.
    No entanto deixo um alerta que se esta situação de impasse se mantiver, existe um pré-aviso de greve para dia 3 de Dezembro e 19 de Janeiro. Aí sim, com prejuízo para os alunos.
    Quanto à questão da avaliação, já muito se disse e escreveu. Não é uma questão fácil de resolver pois não haverá nenhum modelo que agrade a todos. Mas acredito que existem modelos mais fáceis de concretizar que este. No entanto, a questão de fundo não é só a avaliação, são estas últimas reformas educativas. Neste ponto concordo com a Jonas, alguns pais, e posso dizer que são muitos, andam de costas voltadas à escola. São convocados e nem aparecem, escrevo recados e nem os assinam. O seu único interesse é que passem para o próximo ano, sem se questionarem se sabem o suficiente para passar. Assumo publicamente, que a maioria dos alunos cada vez sabe menos. E o Ministério cria ainda mais facilitismos, exames acessíveis e não existe limite de negativas para o aluno ficar retido. Lembrem-se que até já se falou de um modelo em que os alunos transitavam sempre. No meio disto tudo, os pais realmente empenhados na educação dos seus filhos têm uma palavra a dizer e um papel fundamental. Além dos alunos, são até os mais interessados. Espero que esta discussão toda em volta da educação sirva para melhorar, de uma vez por todas, a escola pública. Para que os pais possam usufruir de um ensino gratuito de qualidade.
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.