Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

Spam

Jonasnuts, 15.10.08

Sempre que recebo um mail de spam, nacional, e com contacto telefónico, telefono. Peço para falar com a pessoal responsável pelo envio de spam (sic) e normalmente põem-me a falar com a pessoa certa, que dá SEMPRE umas explicações atabalhoadas sobre mails públicos e programas de recolha de endereços publicados.

 

Normalmente a conversa acaba com a remoção do meu endereço de mail (ou dos vários endereços de mail) para onde é enviada a correspondência da lista de distribuição de spam, e com a minha anotação, num documento que criei para o efeito, da marca, do nome da pessoa com quem falei, do dia e da hora, e do endereço de mail. Sempre que me chega spam, vou lá confirmar se já falei com aquela marca, ou com aquela pessoa. Quando acontece (e sim, acontece), volto a telefonar, explico o sucedido, e informo que vou enviar uma queixa, documentada, para o CNPD. E funciona.

 

Mas.... o que é que faço quando me chega à caixa de correio uma mensagem de spam, não deixa margem para dúvidas de que é spam, mas defende/divulga uma causa meritória, ou socialmente correcta?

 

Aconteceu-me ontem. Objectivo 2015, Blog action day 08. Um mail, um bocado pimba, é um facto, já que me tratava por "car@ Blogger", mas que falava dos objectivos da campanha, e que era apoiado Campanha do Milénio das Nações Unidas em Portugal. Portanto, uma coisa politica e socialmente correcta, sem deixar de ser spam.

 

O que é que se faz? Trata-se como os outros? Devem ser mais bem tratados?

 

Confesso que hesitei. Mas depois peguei no telefone e falei com os senhores. Spam é spam.

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.