Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

O debate da SIC

Jonasnuts, 29.05.08

Já ouvi muita coisa sobre o debate da SIC sobre Blogs (que não vi, eu não vejo televisão, salvo raras excepções).

 

Mas  o sururu era tanto, que decidi ver o vídeo. Fui ver, sabendo à partida que seria o tipo de coisa que me chateia.

 

Ouvi a introdução.

 

"Vamos hoje perceber que a Internet é um maravilhoso mundo novo, mas é também uma inesgotável fonte de perigos, de fraudes, de seduções que terminam em tragédia, de pedófilos à espreita, de fotos e vídeos íntimos que de repente estão à vista de todos. É um mundo novo que traz grandes interrogações legais, psicológicas, sociológicas, ou seja, um bom tema para os nossos comentadores de quinta-feira."

 

Se depois disto continuaram a ouvir, estavam cheios de curiosidade mórbida. É a única explicação. Estava lá tudo, nem sequer quiseram escamotear a coisa. Disseram ao que iam.

 

 

Ouvi os nomes dos convidados que, aparentemente, são habituais.

Rogério Alves

José Gameiro

Moita Flores.

 

 

E daí não passei. E, confesso, não percebo o espanto que vejo em tanto post, tanta virgem ofendida, tanta pomba assassinada.

 

Então meus senhores e minhas senhoras, vocês reconhecem a algum dos intervenientes alguma autoridade, conhecimento ou competência em matéria de Internet?

 

É que eu não. Os senhores não sabem do que falam. Limitam-se a cumprir o calendário da hora de ponta televisiva. Mete-se um tema polémico, uns caramelos a comentar, de preferência daqueles de cuja boca saem frases feitas mesmo a jeito de parangona jornalística do dia seguinte e a coisa está feita, e é um sucesso.

 

E está a ser um sucesso, se tivermos em conta o número de caracteres que já foram gastos a falar da coisa.

 

Vá lá meninos. É a SIC. Até parece que é uma estação televisiva conhecida pelos seus parâmetros e critérios editoriais de fino recorte.

 

Não tenciono ver mais do que já vi. Já lá vai o tempo em que tinha esperança de que deste tipo de coisas pudesse sair algo de jeito, mas só os nomes dos comentadores e a introdução escandalosa esclarecem à partida qual vai ser o teor do debate. Algo com que o Sr. António e a D. Miquelina se possam horrorizar (é para isso que lá estão, é isso que querem quando se sentam à frente do écran, a ver as notícias), e dizer um para o outro "isto é uma vergonha, no meu tempo é que era bom. Amanhã sintonizamos na SIC outra vez, pode ser que tenham descoberto a Maddie lá nas Internetes".

 

Eu sei que não jogo com o baralho todo, mas eu não vejo televisão por alguma razão. Programas seleccionados, os que eu quero ver, normalmente à hora que quero e não à hora a que é emitido. É aquilo e mais nada. É a nova era, consumo os conteúdos que quero e não os que me querem impingir. A SIC quis impingir um "debate" sobre Internet. Vocês comeram.

 

Eu não. Deve ser da idade ou do calo. Ou de ambos.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 30.05.2008

    Eu concordo. Precisamente por causa disso é que aplico às estações de televisão que adoptam por essa estratégia o golpe máximo ao meu alcance. É democrático. Eles querem espectadores. Eu não lhes dou o meu visionamento. Não consumo os seus conteúdos. Não contribuo para os seus KPIs, não vejo os anúncios dos seus anunciantes.

    Eles não se importam? Pois não, nem sabem quem eu sou. Apenas uma pessoa não faz a diferença? Pois não, mas nestas coisas, como há uns anos atrás dizia um slogan, a união faz a força. Se formos muitos, eles percebem. Mas não somos muitos, as pessoas que gostam deste tipo de estratégia representam uma maioria. É para essa maioria que é definida a estratégia.

    Os Blogs, e a Blogosfera que se interessa por estas questão é mportante, na medida em que permite as pessoas expressarem-se, mas não é representativa ou significativa, não faz mexer o ponteiro.

    A verdade é que um programa sério, sobre o tema em debate, não suscitaria um terço do interesse, e aí, não podemos culpar só as televisão. A cultura de mediocridade e do deixar que os outros pensem por nós alastra cada vez mais na nossa sociedade.
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.