Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Jonasnuts

O acordo ortográfico

Jonasnuts, 18.11.07
Comecei por comentar este post, mas já ia muito longo. Achei que era demais.

Eu sou contra o acordo ortográfico, porque resisto à mudança, principalmente quando não lhe percebo os objectivos.

Não acho que seja por aproximar o português de Portugal do português do Brasil (e vice versa), que se vai conseguir seja o que for. Errado, vai conseguir-se baralhar os portugueses e os brasileiros.

Posso optar por manter o português pré-acordo, e seria isso mesmo que eu faria, se não fossem as circunstâncias.

É que tenho um dilema. Um dilema e um filho. Tenho um puto com 9 anos. Está no final do 1º ciclo, naquilo a que antigamente se chamava quarta classe. Se eu escrever à "minha maneira" estou a dar-lhe exemplos que, se ele seguir, são considerados errados, nos testes, e não quero um filho a escrever com erros ortográficos.

A língua tem de evoluir, sim senhor, mas isso faz-se através de acordos ortográficos? Não me cheira.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 18.11.2007

    Hum.

    Então, se é para escrever como falamos.......falamos com sotaque do norte, do centro ou do sul? Ou com sotaque brasileiro?

    Acto e ato lêem-se da mesma forma, simplifica-se tudo para ato e o contexto é que determina o significado?

    Hum, não soa bem, não me sabe bem.
  • Imagem de perfil

    Paulo Jerónimo 23.11.2007

    "Acto e ato lêem-se", aqui está um bom exemplo da necessidade do acordo. Porque no verbo Ler temos de decorar que se escreve "lêem" e noutros é têm, vêm, etc... mais que lógico que o novo acordo defina esta situação como " leem, veem, teem.

    Só resiste a mudar pra melhor quem se sente bem acomodado, os putos, esses irão agradecer.
    Já agora o acordo podia ensinar os senhores Jornalistas se na palavra sequestro se acentua ou não o "U" pois ja farta a quantidade de "seqestros" relatados por aí, ou então o Paulo Bento também tem que pedir "tranqilidade", a espanhola.
  • Imagem de perfil

    Jonasnuts 23.11.2007

    err.... têm e lêem são palavras diferentes.
    Lêem, vêem não se dizem da mesma maneira de têm e vêm.
    Lêem - lê-em
    Têm - tei-em

    Vamos ver, mas eu escreverei lêem, masmo que a forma correcta passe a ser o horroroso leem, que eu leio instintivamente "lim"
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.