Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





subscrever feeds


Arquivo



Ciclos e contraciclos

por jonasnuts, em 01.06.16

Homepages.jpg

 

Faz em Dezembro 16 anos que comecei a trabalhar no SAPO. 

 

Vim sem conhecer ninguém. Candidatei-me espontaneamente, alguém viu o meu CV e chamou-me para vir fazer o serviço de alojamento gratuito de páginas pessoais do SAPO. Por causa da minha experiência com o Terràvista.

 

O serviço foi definitivamente terminado hoje, depois de muitos avisos, e de marcha-atrás para que nenhum utilizador ficasse demasiado prejudicado.

 

Foi comovente, para mim, receber muitas mensagens de "foi nas homepages do SAPO que comecei a fazer experiências com html, adolescente, e hoje trabalho nesta área, obrigado", ou "melhor serviço do SAPO desde sempre, obrigado por terem estado desse lado". Foram muitos os mails deste tipo que recebi. Também recebi uns menos simpáticos, mas com a mesma intenção.


Um serviço com tantos anos, e que há já alguns que não tinha qualquer desenvolvimento ou evolução (não fazia sentido), mantido exclusivamente para que os utilizadores não perdessem conteúdo e endereços, e vá, um bocadinho de dificuldade minha em acabar com coisas com as quais tenho relações emocionais.

 

As Homepages foram o primeiro serviço que fiz no SAPO. 

 

O ano de 2015 deu início a uma série de encerramentos de ciclos da maneira mais dramática possível. Pessoais e profissionais. 2016, apesar de mais light, felizmente, está a continuar a tendência.

 

Muitos ciclos que se fecham. Pessoais e profissionais.

 

No entanto, ao contrário de 2015, 2016 está também a ser um ano em que há ciclos que se iniciam.

 

Ciclemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Daniel a 01.06.2016 às 17:43

Wow. 16 anos! Daqui um obrigado, de um dos utilizadores dos dois alojamentos (Terravista e Homepages). Com o Adobe Dreamweaver à mistura... Mais uma vez obrigado.

A Jonas (figura abstracta para mim) continua a ser um exemplo de como fazer Community Management. Às vezes grandes profissionais nascem em países pequeninos, e mesmo assim fazem excelentes projectos.

Que venham daí bons ciclos.

Se alguém escrever um livro sobre a história da web portuguesa estarás lá de certeza.

(PS: A tentar não ser lamechas)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 01.06.2016 às 17:45

Lamechas estou eu :) É sempre muito difícil, para mim, fechar uma coisa "minha" ou abandoná-la. Mesmo que racionalmente seja o que faça sentido.

De nada. O prazer foi todo meu :)

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds


Arquivo